0
0
0
s2smodern
I EXPOAF reúne parceiros e movimentar a Agricultura Familiar da região

No último sábado, 09/12, aconteceu no Parque de Exposições do Rotary Club de Iguatu a 1ª Exposição da Agricultura Familiar do Centro Sul e Vale do Salgado, Expoaf, que contou com a participação de aproximadamente mil e quinhentas pessoas de onze municípios que debateram e consumiram os produtos saudáveis e livre dos agrotóxicos das famílias agroecológicas.

O evento foi uma realização do, Instituto Elo Amigo, que vem desenvolvendo atividades e debates na região com agricultores e agricultoras, sobre a importância da qualidade da produção e sustentabilidade financeira, comentou o coordenador do Projeto de Assessoria Técnica Rural (ATER) do Elo Amigo, Ednaldo Alves. “A vontade de melhorar e ampliar dos pequenos produtores sempre é trazido como demanda para nós e essa vontade deles é tanta que o sonho de manter uma feira semanal ou mensal da Agricultura Familiar no Iguatu ganha força e já estamos buscando os parceiros necessários para isso acontecer, imagina uma feira onde os produtos têm origem e certificação do não uso do agrotóxico?”, ressaltou Ednaldo.

Capacitação

O dia começou com o Seminário de Desenvolvimento Produtivo Rural Sustentável, que contou com a participação de autoridades como o vice-prefeito de Iguatu, Marcos Sobreira, do deputado estadual, Moisés Braz e de representantes de bancos, estudantes e famílias produtoras. No início da tarde foram sete minicursos e quatro palestras que envolveram tecnologias do campo como: produção de fertilizantes, palma forrageira, beneficiamento de leite, apicultura, convivência com o semiárido, sementes crioulas e cooperativismo.

O estudante do Instituto Federal, Paulo César, participou da atividade envolvendo sementes e disse ter ficado impressionado com as informações que obteve na atividade. “No dia a dia as pessoas esquecem da importância de verificar a qualidade da semente, muito produtores compram sementes caras e sem qualidade de produção. As sementes crioulas possuem uma qualidade ancestral e com sua história para comprovar”, destacou César.

Feira e entretenimento

A feira de produtos da agricultura familiar que iniciou as 17h30 foi totalmente consumida pelos visitantes da Expoaf em menos de duas horas. “Acho que o evento valoriza nossos produtos e nós agricultores, trouxe mel, feijão-verde e jerimum, e vendi tudo”, disse Joaquim Pereira de Sousa, do sítio Coelho dos Bicas de Icó. A feira foi acompanhada de apresentações artísticas do grupo Foco de Dança, de shows com o jovem Kelvem o garotinho dos teclados de Quixelô, na sequência de Bêu Paulino e Forró do Sertão de Iguatu e para fechar a noite, Fábio Carneirinho que fez o publico presente dançar.

O coordenador executivo do Elo Amigo, Marcos Jacinto, disse que a Expoaf conseguiu atingir sua meta que era acontecer e se consolidar enquanto evento anual, os parceiros participaram e os agricultores familiares tomaram o evento para si. Marcos explica que a iniciativa do Elo Amigo era de multiplicar a ideia e que daqui pra frente a Agricultura Familiar na região centro-sul e vale do salgado começam a se fortalecer para um mercado consumidor. “Realizar a primeira Expoaf foi um desafio para toda a equipe do Instituto Elo Amigo, parceiros locais e estaduais, avaliamos está no caminho certo que busca a ampliação dos produtos da agricultura familiar na mesa das famílias da região, já temos fortemente seu consumo na merenda escolar e agora se abre para o mercado das regiões, para se ter uma ideia da aceitação positiva a feira que aconteceu dentro do evento iniciou-se as 17h30 e terminou às 19h e foi totalmente comercializada, movimentou pouco mais de cinco mil reais em muito pouco tempo, isso mostra para as famílias agroecológicas que existe um forte mercado para seus produtos”, destacou Jacinto.

Veja galeria de fotos:


0
0
0
s2smodern