0
0
0
s2sdefault
Marcos Jacinto do Elo Amigo esteve representando também a FCVSA - Foto:Divulgação

Na tarde dessa última quinta-feira, 08/10, as entidades que compões o Fórum cearense pela vida no semiárido, FCVSA, estiveram em audiência com o governador Camilo Santana (PT), no Palácio da Abolição em Fortaleza.

O momento também contou com a participação do secretário da Secretaria de Desenvolvimento Agrário, SDA, Dedé Teixeira, do secretario da Secretaria de Recursos Hídricos, SRH, Antônio Teixeira, do Secretário Executivo da SDA, Felipe Pinheiro e do articulador do gabinete do governador, Acrísio Sena.

As pautas apresentadas pelo FCVSA, resultou no comprometimento do governador Camilo, que segundo o mesmo, existe uma preocupação do governo do estado com a escarces da água no Ceará, causada pelos quatro últimos anos de seca e garantiu que vai articular politicamente a proposta da continuidade dos programas de convivência com o semiárido junto a bancada federal do Ceará, que se reuniu na sexta-feira, 09/10, e que levará a demanda também para a presidenta, Dilma Rousseff, que se reunirá com os governadores do nordeste no próximo dia 22 de outubro em Brasília.

O governador Camilo, assumiu outras necessidades apontadas pelo FCVSA, que é a elaboração de um projeto de Assistência Técnica e Extensão Rural, ATER, agroecológica para as famílias beneficiadas pelas tecnologias da segunda água no estado, que poderia ser financiado pelos, Fundo Internacional para o desenvolvimento da agricultura, FIDA e Projeto Paulo Freire, e também da possibilidade da execução de um projeto de reuso de água / bioágua / água cinza.

O governador compreendeu que a necessidade de manter os projetos do semiárido no Ceará são fundamentais para superar as dificuldades da seca - Foto:Divulgação
O governador compreendeu que a necessidade de manter os projetos do semiárido no Ceará são fundamentais para superar as dificuldades da seca - Foto:Divulgação

Outra pauta positiva junto ao governo foi a do Movimento Ceará Agroecológico, que Camilo disse ser importante e orientou Acrísio Sena e a SDA a articularem politicamente a participação das demais secretarias e órgãos governamentais junto ao tema.

Para o superintendente executivo do Instituto Elo Amigo, Marcos Jacinto, que representa a entidade junto a FCVSA e Fórum de Articulação do Semiárido, ASA, o governador mostra preocupação com a água no Ceará, e essa abertura de dialogo com os movimentos sociais que pautam o governo é positiva e ajuda a diminuir o sofrimento causado pela estiagem que promete continuar em 2016, como afirma as previsões dos órgãos governamentais. “É extremamente importante a abertura desse dialogo que o governador Camilo Santana vem fazendo junto às entidades, aproximação que constrói uma agenda positiva para o Ceará, que visa evitar o sofrimento do povo cearense com a seca. Nós do Elo Amigo temos andado muito pela região centro-sul e é notório que a seca deixou tudo muito mais difícil que de costume”, destacou Jacinto.


0
0
0
s2sdefault