0
0
0
s2sdefault

São muitos os exemplos de formação familiar que caminha unida e que trabalha junto nas plantações de pequenas ou grandes propriedades. Nestes exemplos o resultado do suor é sempre compartilhado com maior orgulho. A figura feminina deve ser objeto de admiração na agricultura familiar, pois delas saem ideias criativas e aprimoramentos de técnicas individuais para o crescimento dos negócios.

Laura Bezerra de Lavor, seus 03 filhos e seu marido vivem no Sítio Junco, no distrito de Alencar, zona rural de Iguatu, e demonstram a persistência no combate ao comodismo. A família é beneficiária do projeto do Instituto Elo Amigo com a instalação da Cisterna de Calçadão que contribuiu para a expansão da criação de porcos e cultivo de uma horta com uma variedade significativa de verduras e plantas medicinais.

Mesmo em áreas pequenas é possível produzir e garantir renda extra ou muitas vezes a única renda da casa. A atividade na localidade visitada é disseminada pela vizinhança. Com poucas reservas de água o quintal não pode esperar pelas chuvas para a produção dos alimentos. “Comecei com a criação de porcos, construindo a pocilga deles pra eles terem um lugar melhor pra ficar pela questão da higiene porque quando é um chiqueiro feito na terra tem lama, e aí esse tem o piso e se torna mais saudável pro próprio alimento.” Disse Laura ao explicar os primeiros passos das ações.

A horta da família começou com uma ideia do filho e migrou para o terreno maior e se multiplicou em tamanho e produtividade. Lá existe o mastruz, a erva cidreira, o capim-santo, alguns tipos de malva, hortelã, entre outros. Além disso, o cheiro-verde, alface e cebolinha usados na casa são também cultivados lá, tudo sem uso de agrotóxicos.


0
0
0
s2sdefault