0
0
0
s2sdefault

visita cacau 2

É de conhecimento público que o mais comum quando se fala em agricultura familiar, é que as técnicas de plantio, colheita e mercado sejam tarefas simplórias. Porém alguns produtores vêm transformando o seu quintal em espaços de criatividade e fartura. O Instituto Elo Amigo tem contribuído para esse processo nos municípios da região Centro Sul e Vale do Salgado através de seus projetos.

 O Sítio Bom Lugar, zona rural de Acopiara, representa o sucesso de ações de convivência com o semiárido, pois lá vive o senhor Valdeir Alves de Lima (conhecido por Cacau) e sua esposa Cicera Fabrícia, que souberam aproveitar as práticas de responsabilidade ambiental. A hortinha cresceu, os produtos diversificaram e ainda entrou a avicultura como fonte de renda.

 

A seca também faz parte da vida do homem do campo, por isso o projeto de Reuso de Águas Cinzas tem sido uma das alternativas mais viáveis para manter as plantações e a qualidade de vida dos agricultores.. “Eu só tenho é que agradecer o Elo Amigo porque antes quando eles passaram aqui em casa esse terreno era só lama, e agora essa água tem um canto determinado para ela vir e é aplicada nos pés de mamão, nos pés de maracujá ... então eu tenho em casa uma fruta natural que não tem nenhum tipo de agrotóxico e veneno nenhum”.

 

A criatividade na roça não tem fim. Nessa propriedade auto sustentável existe a produção de gás natural com a instalação do biodigestor que aproveita o excremento da criação de aves. Após a purificação, o resultado é essencial para a economia da casa que há quase dois anos não polui e nem gasta na compra de gás de cozinha.

Por Daniela Lima


0
0
0
s2sdefault