0
0
0
s2sdefault
Projeto de Desenvolvimento Rural da Fundação Banco do Brasil e Elo Amigo é lançado em Acopiara

Na terça-feira, 17/04, aconteceu na sede do Centro Tecnológico e Profissionalizante (Cetec) de Acopiara o lançamento do Projeto 16.981 - Agroecologia e Desenvolvimento Produtivo Rural (Agroapi), que visa capacitar, acompanhar tecnicamente e apoiar o beneficiamento no eixo produtivo da apicultura, iniciativa financiada pela Fundação Banco do Brasil (FBB) e realizado no município pelo Instituto Elo Amigo (IEA).

O momento contou com a participação do presidente do Elo Amigo, Marcos da Silva, do gerente da agência do Banco do Brasil (BB), Rogério Martins, do Chefe de gabinete do município, Gleirton Dias, do secretário de agricultura, Ademilton Almeida, do presidente do Conselho de Desenvolvimento Comunitário (Condecom), Luiz Lucas, de representantes do Sebrae, Banco PAJU e de agricultores e apicultores do município formando um público de aproximadamente 120 pessoas.

O presidente do Elo Amigo, Marcos da Silva, começou ressaltando a parceria entre FBB e IEA, a qual já vem gerando resultados positivos e importantes na região e que o novo financiamento vai beneficiar os agricultores de Acopiara e que, com certeza, terá um impacto positivo. “Nós do Elo Amigo sabemos do nosso desafio de fazer o diferente e que gere consequência direta na melhoria de vida das famílias e comunidades envolvidas”, disse Silva.

Para o gerente do Banco do Brasil, Rogério Martins, que representava a Fundação, o município de Acopiara só tem a ganhar com trabalhos como este. Lembrou que o projeto 16.981 foi o único do Ceará que a FBB financiou. Rogério disse ainda que a agência do BB de Acopiara está sempre buscando estimular atividades de desenvolvimento social. “Quero iniciar pedindo uma salva de palmas para vocês agricultores que mesmo nas dificuldades acreditam na agricultura e continuam levando o alimento para nossas mesas. Pessoalmente eu acredito no potencial de todos e sei que essa parceria da Fundação e Elo Amigo vai render coisas boas para toda a população de acopiarense”, falou Martins.

O chefe de Gabinete do município, Gleirton Dias, destacou que o projeto está sendo executado em uma parceria envolvendo vários atores, entre eles a Prefeitura Municipal e o Condecom e que ações destas, por onde passam, transformam as realidades para melhor. “O pessoal do Elo Amigo faz isso porque eu sei que eles querem mudar a vida das pessoas para melhor, digo isso porque eu mesmo fui jovem de um dos projetos do Elo Amigo e sei da competência deles”, afirmou Dias.

Na sequência do evento os demais parceiros fizeram suas falas e o encontro finalizou com agendamento das primeiras visitas nas comunidades que serão beneficiadas pelo projeto.

Veja algumas imagens do momento

Apresentação do Projeto na Associação de Apicultores e pactuação com beneficiários para serem multiplicadores

Dando continuidade às atividades, na manhã do dia 18/04, foi reunido mais de 50 líderes comunitários na sede da Associação dos Apicultores do Município de Acopiara (APA), localizado no sítio Escuro, para apresentação do projeto Agroapi, momento que foi debatido como será realizado o mesmo e como é importante a parceria entre o financiador, executor e público beneficiado. Estiveram além dos líderes comunitários, o gerente do Banco do Brasil, representando o FBB, Rogério Martins, o presidente do IEA, Marcos Silva, o articulador institucional do IEA, Christian Arruda, o presidente da APA, Chico Arruda, e o secretário de Meio Ambiente, Chagas Neto, que resultou na confirmação das comunidades em multiplicar o projeto em suas comunidades.

Christian explicou que o projeto só vai fazer a transformação na vida das famílias deles se eles realmente se importarem e participarem. “Temos que acertar o passo e fazer multiplicadores para que o aprendizado que vocês vão ter, seja passado para outras pessoas e gerações”, ressaltou Arruda.

Ao fim da reunião os participantes debateram o perfil dos beneficiários com o projeto e os líderes comunitários confirmaram a adesão ao projeto, ficando inclusive, responsáveis pelo apoio da mobilização inicial do projeto em suas comunidades.

FOTOS: Rikáryo Mourão/IEA


0
0
0
s2sdefault