0
0
0
s2sdefault

Apicultores recebendo as dicas (Foto: Fagner Leandro)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O dia de campo foi realizado, através do Instituto Elo Amigo, no Sítio Aroeira, Zona Rural de Icó, nesta última sexta-feira (23) e visa disponibilizar conhecimentos, técnicas e manejo de abelhas (ápice) para produção de mel. 18 apicultores das comunidades de Aroeira, Coelho dos Bicas, Baixio da Roncadeira, Jenipapeiro, Sítio Exu e Tatajuba, participaram do momento.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O Agrônomo e Especialista em Apicultura, Francisco Dondi, conduziu e repassou dicas para os apicultores da região. “Primeiramente as abelhas precisam de conforto, alimentação, além de equilíbrio de enxames, combate as pragas e ficar alerta quanto a questão de doenças, pois são dicas básicas, porém importantes para uma boa produção”, lembra Dondi.

Um dos apicultores é o Joaquim Pereira da Comunidade Coelho dos Bicas, e relata que o Projeto São José III incentiva e ajuda a construir uma nova história. “Quem diria que em meio a tanto mato seco, poderíamos tirar o nosso sustento através de apiários, e muitos agricultores não sabiam das técnicas e manejos corretos, e hoje se tornaram apicultores. Isso é um grande salto”, relata Joaquim.

Daniel Mota é Apicultor do Sítio Aroeira e explica que as dicas de um especialista são essenciais para uma boa produção de mel. “Os enxames estão bons, mas preciso fazer uma sombra no meu apiário e me atentar sobre a alimentação das abelhas, pra quando chegar janeiro, a produção melhorar”, explica Daniel.

Para o Coordenador Adjunto de Projetos do Instituto Elo Amigo, Carlos Braz, o melhoramento e o fortalecimento de conhecimentos para produção de mel, ajuda a comunidade a seguir e ter sua própria independência. “Hoje eles conseguem manter os enxames dentro das colmeias e se Deus quiser, próximo ano será de muita produção”, finaliza Braz.

Abelhas em uma das caixas (Foto: Fagner Leandro)

Além da Assessoria Técnica realizada pelo Instituto Elo Amigo, foi construído, através do Projeto São José III, a Casa de Mel, equipada com centrífuga, mesas, decantadores, indumentárias, equipamentos de análise de mel, entre outros, na comunidade de Coelho dos Bicos, para que os apicultores possam extrair o mel de uma maneira higiênica e sem percas.

O Projeto São José III é uma parceria do Governo do Estado com o Banco Mundial, que objetiva fortalecer processos de desenvolvimento produtivo rural e de beneficiamento, com associações no meio rural cearense. O Elo Amigo ganhou processos licitatórios de ATER – Assessoria Técnica e Extensão Rural, em 16 (dezesseis) associações que fazem parte dos municípios do Centro Sul Vale do Salgado, Cariri e Sertão Central, que são: Mombaça, Cariús, Icó, Mauriti, Missão Velha, Crato, Altaneira, Várzea Alegre e Barro. As associações são responsáveis por todo o processo de licitação, elaboração de contratos e pagamentos, de obras, veículos e equipamentos.


0
0
0
s2sdefault