0
0
0
s2sdefault

No Centro-Sul do Ceará, em uma pequena mas conhecida cidade do estado chamada de Acopiara, vive seu Francisco Alípio de Souza, 77 anos, conhecidopopularmente por Chico do Jatí. O Chico vem da abreviação de seu primeiro nome e o Jatí, do sítio onde foi criado e até hoje ganha a vida criando ovinos para vender.

Seu Chico é casado com Maria da Paz de Souza e tem dois filhos, um homem e uma mulher. Os filhos estão em São Paulo, mas Seu Chico se recusa a ir embora de sua terra onde é feliz e tem uma vida tranquila e longe da agitação. 

Seu Chico mora em Acopiara, mas todo dia está em seu terreno, no Sítio Jatí a 22 quilômetros de Acopiara. Ele conta que até já tentou criar gado, mas a pouca água existente em sua comunidade fez com que ele não seguisse em frente com o projeto, ficando apenas com sua criação de ovinos, que diga-se de passagem esbanja beleza e saúde.

O grande segredo da qualidade de seus animais está na atenção diferenciada que Seu Chico tem com seu rebanho. O aprisco (curral de ovelhas) é todo cercado e dividido. Tem o local das fêmeas enxertadas, das mais novas, dos filhotes em desmame e das que estão sendo preparadas para comercialização. Seu Chico disse que percebeu uma grande mudança na saúde dosanimais quando aprendeu assistindo a um programa rural na televisão, como fazer um comedouro de ovinos e caprinos da maneira certa. O comedouro basicamente é uma divisória de madeira onde as criações se alimentam sem entrar e pisar no alimento. Elas apenas colocam a cabeça dentro do comedouro não contaminando a ração que Seu Chico coloca.

A água usada para os animais vem de um açude perto de seu terreno, que nesse período de seca já não tem tanta capacidade e qualidade para os bichos beberem, porém, seu chico conta também com uma pequena minação de água em seu terreno, que não é grande, mas tem o suficiente para seus animais. Com essa água ele também cultiva uma pequena horta onde planta a alface, o coentro, a cebolinha, o tomate, a cenoura, o pimentão, o mamão, e a macaxeira. Ultimamente Seu Chico conta com a ajuda de um amigo na parte da horta, onde os dois dividem a produção e comercializam na cidade.

  

  

Para se preparar dos períodos de estiagem, Seu Chico planta o sorgo para fazer a ração e preserva ao máximo as plantas nativas como o sabiá, o pau ferro e muitas outras que além de preservar o meio ambiente e manter a fauna e a flora em equilíbrio, produz sombra para os animais.

Seu Chico é um dos agricultores familiares integrante da Associação dos Produtores de Ovinos e Caprinos de Acopiara (APOCACE). A entidade foi criada a partir do Programa Desenvolvimento Regional Sustentável - DRS do Banco do Brasil, que foi uma articulação entre diversas instituições sociais e governamentais que realizaram ações de mobilização, capacitação, apoio para acesso ao crédito e comercialização.

 

“a gente vai ficando velho mais sempre tem alguma coisa pra aprender” diz Seu Chico.

 


0
0
0
s2sdefault